sexta-feira, 16 de junho de 2017

São Paulo x Amigos do Irapuá: Quem será o campeão?

Das cinco equipes que sonharam, somente duas restaram com chances de sagrar-se campeão da edição 2017 do Campeonato Varzeano de Futebol de Campo de Miraguaí – Taça Flávio Cristiano Botton. No domingo passado, dois jogos definiram os finalistas da competição que será encerrada neste domingo, 18 de junho, no campo do EC Canarinho, no distrito de Tronqueiras, em Miraguaí. Num jogo que promete tirar o folego, os Amigos do Irapuá buscam o bicampeonato diante da forte representação do São Paulo Futebol Clube.

As semifinais
Dono da melhor campanha da primeira fase, os Amigos do Irapuá definiram o campo da localidade de Tronqueiras como sede na semifinal, e abriram os trabalhos num jogo de tirar o folego contra o EC Dois Pinheiros, que também é do Bairro Irapuá. O primeiro tempo se desenhou tranquilo para os mandantes, que abriram frente em golaços de Mauricio Lito e Moses. A etapa complementar, no entanto, foi de reação dos Dois Pinheiros. Aproveitando-se de falhas do adversário, buscaram a virada com tentos de Negão, Rodrigo Manão e Jair Pacheco, porém, nos minutos finais, Lito voltou a marcar e decretou o 3 a 3. A definição do primeiro finalista foi nas penalidades, onde os Amigos triunfaram por 2 a 0: Moses e Mutante fizeram, enquanto o rival desperdiçou com Manão e Marcos.
O equilíbrio da primeira partida foi refletindo no jogo de fundo, num clássico com duas viradas e provocações. Jogando em casa, mesmo sem ser mandante, o Canarinho iniciou pressionando, mas foi o São Paulo que abriu o placar com Caio Schneider – contando com desvio na marcação. Na comemoração, o atacante colocou a mão no ouvido em gesto provocativo para um dos jogadores adversários, mas a resposta foi imediata e num golaço do meio da rua de Marcus Vinicius, que tomou as dores do companheiro e devolveu a “corneta”. No início do segundo tempo, Diego virou e voltou a pedir silêncio, mas os minutos finais reservaram uma virada épica do São Paulo: Mateus Feller e Laerti Rocha selaram o 3 a 2, e provocações voltaram após o apito final.

Programação da grande final
O domingo será de decisão, mas a Secretária de Esportes irá aproveitar a ocasião para promover uma verdadeira festa esportiva. A sede do Canarinho começará a receber a presença de desportistas na parte de manhã, onde haverá um jogo amistoso e, posteriormente, almoço. De tarde, a bola vai rolar inicialmente para os craques do futuro miraguaiense desfilarem seu futebol, num amistoso da ACEF, marcado para às 13h30. Em seguida, então será dado o pontapé para o jogo principal: às 15h, São Paulo e Amigos do Irapuá entram em campo para definir quem será o grande campeão varzeano de 2017. Após a decisão, a competição será encerrada com cerimonial de premiação aos jogadores.

A final terá campo neutro
Das cinco equipes que disputaram a competição, três sedes foram registradas. O EC Canarinho sediou sua rodada no seu campo, assim como o São Paulo e o Dois Pinheiros. A equipe do São Roque organizou a rodada inaugural no campo do São Paulo, enquanto os Amigos do Irapuá optaram por não utilizar o campo da comunidade do Irapuá, que pertence a Escola Osmar Hermann, mas está sendo cuidado pelo Dois Pinheiros, sendo assim teve como sede o Canarinho. Ainda, o Amigos do Irapuá foi o único a ter sido sede duas vezes – na primeira fase e nas semifinais, por ser o defensor da melhor campanha.
Mesmo que o Amigos do Irapuá sediou seus compromissos no EC Canarinho, um acordo entre organização e finalistas determinou o campo da Canarinho como sede. A ideia é que a final em jogo único acontecesse em campo neutro, e assim ela foi caracterizada, pois ambos os clubes não são da localidade de Tronqueiras.

OS FINALISTAS
São Paulo Futebol Clube
Reativada a menos de três anos, o tradicional clube da comunidade de Linha São Paulo retornou as disputas de competição com pinta de favorito, juntamente com o Canarinho e Amigos do Irapuá – que havia decidido a final da edição 2014, última realizada até então. Ao longo da campanha obteve vitórias sobre os favoritos, duas vezes diante do Canarinho (fase de grupos e semifinal) e no único jogo contra o Amigos do Irapuá, porém demonstrou uma instabilidade no certame perdendo para Dois Pinheiros e São Roque – tropeços que custaram a melhor campanha.
O time treinado pelo técnico Leandro de Souza, o Chicão, tem como principal virtude o entrosamento e compactação de setores. O tricolor joga com os setores muito aproximados, distribuído num bem desenhado 4-2-3-1. A defesa é conhecida por jogar sério, enquanto o meio-campo é a espinha dorsal do time, iniciada pelo capitão Rodrigo Grubert e ligando ao ataque pelo pensador Mateus Feller. Os irmãos Schneider fazem os corredores laterais, enquanto Gedi atua centralizado. No entanto, a força do banco de reserva impressiona, sendo as trocas promovidas por Chicão o principal diferencial pela virada da classificação para a final.
“Vencemos na superação no último jogo, crescemos na hora certa, mas isso já é passado. Estamos muito focados na decisão, temos todos os atletas a disposição e sabemos que será um jogo muito complicado, não vai ser fácil segurar os atacantes deles”, disse o técnico  Chicão, mostrando preocupação com o trio ofensivo rival: Cleiton, Maninho e Lito.
Seguindo a cartilha de sempre ter quatro veteranos em campo, estão confirmados no time titular os acima de 35 anos: Odair, Leandro Bressan, Sandro Petter, Gringo, Jeferson Schneider e Gedi.

Amigos do Irapuá
Atual campeão, o time da comunidade do bairro Irapuá busca o bicampeonato do certame com uma equipe bem diferente da que foi campeã em 2014, sendo que somente dois jogadores que foram titulares na última final deverão ser titular novamente em 2017, mas isso não representa fraqueza. A equipe possui um ataque potente, capaz de marcar 17 gols em apenas cinco jogos, porém mostra instabilidade no setor defensivo: 11 gols sofridos.
Na primeira fase, garantiu a melhor campanha com três vitórias, no entanto o único revés foi justamente para o adversário da final. “Vai ser um jogo muito complicado, estamos desfalcados e enfrentamos a única equipe que nos venceu na competição. Fizemos um bom campeonato, mas respeitamos muito o time do São Paulo, até porque eles são os favoritos”, disse o técnico Pablo Silvio do Santos, o “Jegue”. No entanto, ele reitera que confia no elenco. “Entraremos em campo querendo ser campeão, mas repito que as dificuldades são enormes, mas vamos tentar, nosso time também é qualificado”.
A equipe do Amigos do Irapuá possui como arma o quarteto ofensivo formado por Geber, Maninho, Cleiton e Mauricio Lito, no entanto a forma que vai entrar em campo é uma incógnita, sendo que nem sempre os quatro atuaram junto e para a decisão o time sofreu um desfalque importante: o capitão Nego foi expulso na semifinal e via cumprir suspensão, deixando uma incógnita na escalação, especialmente por se tratar de um dos atletas veteranos. O substituto imediato da lateral direita é o Emir Feller, mas a grandes possibilidades no time iniciar a final com uma equipe jamais testada anteriormente.
Ainda, uma das novidades deve ser o retorno de Juliano Schuh para a zaga, além de Mutante retomar o posto de titular. Entre os jogadores acima de 35 anos, à disposição, mais utilizados na equipe estão Emir Feller, Jair Piché, Marcos Barboza, Junior Alemão, Geber e Rosca.

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES

Nota de esclarecimento, o TF está de volta!

Caros leitores,

o blog Tarado por Futebol, na pessoa de Ed Andreick Moreira Wisniewski, vem através de suas plataformas – página do Facebook e plataforma Blogger – as pedir as sinceras desculpas pelo período de aproximadamente de dois meses sem atualização de matérias e notícias. Comunicamos que o tempo inativo se deu devido algumas mudanças pessoais, que fizeram nos desligar do blog, uma vez que o mesmo não tem nenhum viés financeiro e seu compromisso é com o público internauta, sendo assim, por isso, pedimos desculpas e agradecemos a compreensão.

Ainda, comunicamos que vamos voltar com as postagens, no entanto sem um acompanhamento diário de todos os jogos que acontecem no cenário gaúcho, com anteriormente, mas sim voltado à produção de reportagens especiais, crônicas e coberturas de campeonatos regionais.

Sendo o que tinha para o momento, voltamos a agradecer a todos pelas compreensão e por acompanhar o Tarado por Futebol.

Abraços.

Tarado por Futebol”.

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Miraguaí: Encerrada a primeira fase do Campeonato Varzeano 2017

                Contrariando o que muitos imaginavam, a última rodada da fase inicial do Campeonato Varzeano de Miraguaí – Edição 2017 foi repleta de emoção e com reviravoltas na tabela de classificação. Durante toda a competição os Dois Pinheiros flertaram com a eliminação, mas no jogo derradeiro triunfou sobre o favorito São Paulo, por 2 a 1, e garantiu classificação, também graças ao rival Amigos do Irapuá, que golearam o São Roque por 5 a 2. A rodada aconteceu na segunda-feira, 1º de maio, no campo do Canarinho, em Tronqueiras.
                Com os resultados, o atual campeão Amigos do Irapuá foi aos 9 pontos e garantiu a melhor campanha da primeira fase. O São Paulo ficou em segundo, tendo os mesmo 6 pontos que o Canarinho, mas em vantagem graças ao critério de desempate: confronto direto, sendo que venceu por 2 a 0. O Dois Pinheiros foi aos 4 pontos e empatou com o São Roque, porém se classificou devido aos critérios, pois teve melhor saldo de gols, já que o confronto direto foi 2 a 2.
                Sendo assim, como tem a melhor campanha, o Amigos do Irapuá irá sediar a rodada semifinal, marcada somente para 11 de junho, no campo da Escola Estadual Osmar Hermmann, no Irapuá. São dois clássicos: São Paulo x Canarinho e Amigos do Irapuá x Dois Pinheiros. A final será no dia 18, com local indefinido.

Em Crissiumal, Tupi garante permanência na Série A2

                O clima era de agonia, afinal a chance de rebaixamento assombrava o estádio Rubro-Negro. Uma vitória na segunda-feira representaria dever cumprido e manutenção na Divisão de Acesso, no entanto um empate aliado à vitória do Panambi contra o União deixava tudo para a última rodada, onde as equipes se enfrentam em Panambi. Derrota então? Nem se fala, no entanto, apesar de ficar na expectativa até mesmo após o término da partida contra o Lajeadense, a torcida pode gritar e comemorar a permanência do Tupi de Crissiumal na Série A2 – como a competição também é chamada.
                A igualdade em 0 a 0 já era suficiente para o Índio Guerreiro permanecer na segunda divisão estadual, no entanto a partida em Frederico Westphalen ainda não havia terminado, porém o União tratou de marcar seu gol, eliminar matematicamente o Panambi e, por consequência, evitar matematicamente o rebaixamento do time crissiumalense. Com 8 pontos, o Tupi não pode ser alcançado pelo Panambi, que tem 3. Restando uma rodada, a classificação do Grupo B ficou distribuída da seguinte maneira: São Luiz de Ijuí (26 pontos), Glória (24 pontos), Lajeadense e Esportivo (21 pontos), Brasil de Farroupilha (20 pontos) e União Frederiquense (16 pontos).
                Pela última rodada da fase de grupos da Série A2, como as equipes não possuem mais pretensões do certame, a partida entre Panambi e Tupi não deverá ocorrer, mas se acontecer será no sábado. As demais partidas, todas marcadas para às 15h30, são entre Lajeadense x Glória, na Arena Alviazul, São Luiz x Esportivo, no estádio 19 de Outubro, e Brasil de Farroupilha x União Frederiquense, nas Castanheiras.

Na Colina, União se despede rebaixando o Panambi

                O União Frederiquense entrou em campo na tarde de segunda-feira, feriado do Dia do Trabalho, sem pretensões na Divisão de Acesso 2017 – competição equivalente ao segundo nível estadual e também conhecida como Série A2 –, no entanto se despediu do Vermelhão da Colina com uma vitória suada arrancada nos acréscimos da etapa complementar. Joãozinho garantiu o 1 a 0, anotando o que pode ter sido o último tento do time no estádio, uma vez que ano que vem o clube pode estrear sua Arena particular. Vitória sobre o Panambi.
                O resultado de nada simbolizou ao União em termos de tabela, deixou-o na sexta colocação do Grupo, sem chances de G4 e nulo de possibilidades de rebaixamento, já sacramentado para o próprio Panambi – que somou somente três pontos durante toda a competição. Agora, o time da “Terra das Máquinas” terá que reerguer disputando a Segundona 2017, ou seja, a terceira divisão do futebol gaúcho.
                A despedida do União Frederiquense na temporada 2017 será no sábado, 6 de maio, diante do Brasil de Farroupilha, no estádio das Castanheiras, em Farroupilha. A partida do Panambi, diante do Tupi, segue como incógnita pois ambos não possuem mais pretensões no certame.

Foto: Fábio Pelinson / O Alto Uruguai

Fora de casa, São Luiz vence e garante classificação

                A campanha do São Luiz no returno da Divisão de Acesso 2017 é absolutamente perfeita. São sei jogos, seis vitórias. A mais imponente e que comprova que a boa fase não é por acaso aconteceu nesta segunda-feira, em pleno Altos da Glória, em Vacaria. Com autoridade, o time comando por Paulo Henrique Marques triunfou por 3 a 1, com gols de Léo Mineiro (duas vezes) e Jean Dias.
                O resultado encerrou a invencibilidade do Glória, e colocou o Rubro Ijuíense na liderança isolada do Grupo B, tendo 26 pontos. O time de Vacaria tem dois pontos a menos, porém, assim como seu algoz, está matematicamente classificado para a fase mata-mata. Em validade da última rodada da fase de grupos, o São Luiz recebe o Brasil de Farroupilha, neste sábado, no estádio 19 de Outubro, em Ijuí.

Foto: Alex Frantz

terça-feira, 2 de maio de 2017

Emoção de sobra!

Keiller se machuca, mas Inter busca empate na partida de ida da final do Gauchão 2017
Terminou em igualdade o primeiro jogo da final do Gauchão 2017, no Beira-Rio. O Novo Hamburgo, time de melhor campanha, esteve duas vezes na frente, com gols de João Paulo e Assis. O Inter empatou com Roberson e Nico López. Agora, as duas equipes vão decidir no Estádio do Vale ou no Centenário, no próximo domingo, quem será o campeão estadual.
O Novo Hamburgo entrou em campo com a postura de se fechar e sair no contra-ataque. Assim, o Inter teve mais posse de bola e volume de jogo. Porém, em uma das saídas do Noia, o time do Vale do Sinos chegou ao gol. Aos 17, Assis cobrou escanteio na cabeça do centroavante João Paulo, a jogada forte da equipe. Depois, o Colorado martelou bastante, mas parou na boa atuação do goleiro Matheus. Aos 19, Nico López reclamou de pênalti por supostamente ser tocado por Assis na área anilada. Anderson Daronco mandou seguir. Aos 46, D'Alessandro quase empatou com uma bomba no canto, bem defendida por Matheus.
A partida esquentou ainda mais na etapa final. Roberson voltou no lugar de Anselmo, e foi o próprio atacante que empatou, após seu chute bater em Júlio Santos e Matheus. Porém, a bola aérea voltou a assombrar a área colorada. Assis colocou o Noia de novo na frente aos 22. Mas, em uma jogada bem trabalhada entre D'Alessandro e Nico López, o uruguaio encobriu Matheus e deu números finais ao duelo.
Seria muito inusitado caso o goleiro Keiller se lesionasse na partida. O jovem arqueiro colorado substituía os lesionados Danilo Fernandes e Marcelo Lomba. Então, aos 43, em cobrança de falta do Novo Hamburgo, ele se chocou com força contra o lateral-direito Léo e sentiu o cotovelo. E Lomba precisou ir para o sacrifício nos minutos finais. Entrou em campo nitidamente descontado pelo problema na coxa direita. Em um tiro de meta, Victor Cuesta teve de bater a bola.
Ainda não está definido o palco do segundo jogo. O Novo Hamburgo trabalha para liberar as arquibancadas móveis do Estádio do Vale e ultrapassar o limite de 10 mil pessoas para poder receber a final. Se não houver acordo com os bombeiros, a partida será disputada em Caxias do Sul, no Centenário, no próximo domingo. A vitória serve para qualquer um dos lados. Se o confronto terminar empatado de novo, a decisão será nos pênaltis. Não há gol qualificado.

Fonte: GloboEsporte.com
Foto: Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação